Porta Corta-Fogo para Hospital: o que é necessário para a segurança?

A porta corta-fogo para hospital deve estar em conformidade com as normas exigidas por lei. Elas devem atender a todos os requisitos da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Assim, as portas trarão a segurança necessária aos funcionários, pacientes e toda comunidade.

Um hospital que preza pela proteção do patrimônio e das pessoas no local deve contratar uma empresa idônea e que esteja dentro das normas, pois somente assim é possível garantir que a produção da porta corta-fogo foi feita adequadamente e com matérias-primas de qualidade e que realmente desempenhem seu papel de maneira correta quando houve um incêndio.

É preciso que a porta corta-fogo para hospital seja produzida com diversos materiais, como manta cerâmica, aço, fibra, vidro e outros componentes que façam com que a porta realmente seja de qualidade e confiança.

As ferragens da porta obrigatoriamente devem ter dispositivos automáticos de fechamento e também conter juntas que impeçam que a fumaça passe pela porta, pois uma das funções da porta corta-fogo é fazer com que as chamas não ultrapassem para o outro lado do ambiente.

Classificação das Portas Corta-Fogo para Hospital

As portas corta-fogo para hospital, conforme mencionado anteriormente, precisam seguir as normas da ABNT. Uma delas é que as portas comportem 4 tipos de classificação: P-30, P-60, P-90 e P-120. Isso indica o tempo que cada uma delas resiste ao fogo.

Por exemplo: a P-30 resiste meia hora em exposição ao fogo, sem deixar que as chamas ultrapassem o outro lado. Já, a P-60 resiste a 1 hora e assim por diante.

Como a porta corta-fogo protege o Hospital?

Uma das formas de proteger o hospital em caso de incêndio é seguir as orientações do Corpo de Bombeiros. Ou seja, em caso de incêndio é preciso verificar as condições de esvaziar o local.

Por isso, a porta corta-fogo para hospital jamais deve ser trancada. É preciso mantê-la livre no dia-a-dia para que em casos de emergência seja prático e ágil fazer a evacuação do local.

Por isso, se o hospital precisa de porta corta-fogo o fundamental é contar com uma empresa que esteja em conformidade com todas as normas exigidas por lei. Esta é uma forma de garantir que em caso de algum acidente, como os incêndios, a segurança do local e das pessoas estejam garantidas.

Metalika Portas Corta-Fogo: Fabricante de Porta Corta-Fogo para Hospital.

A Metalika é uma empresa que faz parte do Grupo multinacional ASSA ABLOY Brasil e possui todas as certificações exigidas por lei. A marca é líder no mercado de portas corta-fogo há mais de 20 anos.

Conte com a Metalika para o seu projeto. A empresa possui em seu portfólio a entrega de soluções corta-fogo para grandes empresas de diversos setores, inclusive o setor de hospitais.

Entre em contato conosco: https://tinyurl.com/ycz7vayh