Porta Corta-Fogo: O que é, quais os tipos e sua importância?

Quem tem estabelecimentos comerciais, empresas, condomínios ou indústrias que lidam com um trânsito considerável de pessoas sabe que para adquirir o AVCB (auto vistoria do Corpo de Bombeiros) torna imprescindível a utilização de uma porta corta-fogo nestes tipos de ambientes. Isso porque este equipamento é obrigatório para o caso de um eventual incêndio, garantindo que todos os que estiverem no local poderão escapar ilesos e que o fogo, bem como a fumaça, não atingirá os indivíduos.

Ainda assim, se você não conhece este tipo de porta e nem mesmo sua funcionalidade, esta é uma oportunidade única para desvendar sua importância e os tipos existentes no mercado. Conheça agora este modelo e saiba como ele pode ser indispensável para salvar vidas.

O que é a porta corta-fogo?

Atualmente, o mercado possui os modelos de portas padrões (utilizadas para abrir e fechar ambientes) e também as que são construídas especificamente para possibilitar a segurança e combater incêndios, como é o caso da corta-fogo. Este modelo é projetado para resistir às altas temperaturas durante um determinado período, bloqueando e contendo a propagação do fogo e da fumaça entre os compartimentos ou cômodos. Dessa maneira, este equipamento possibilita que os ocupantes tenham tempo para abandonar o espaço de forma protegida, seja chegando até o térreo de um prédio, saindo de uma sala de cinema ou escapando do escritório antes que seja tarde demais. Diante de tal cenário, um advento como este pode ser a diferença entre a vida e a morte. E é por este motivo que ele se faz cada vez mais necessário em diferentes espaços coletivos.

Quais os tipos existentes no mercado?

Existem tipos diferentes de portas corta-fogo disponíveis, com vários níveis de proteção e classificações contra incêndio. Levando isso em consideração, na hora de escolher a sua é fundamental que você pondere acerca da localização desta porta no seu empreendimento e da incidência de risco de incêndio que o ambiente possui. Essa análise da necessidade do modelo de porta utilizada passa pela análise das IT´s (Instruções de trabalho) do Corpo de Bombeiros. Essa especificação é informada e repassada à Construtora, empresa de projeto ou síndico/zelador do local.

Vidro

Muitas pessoas podem não acreditar, mas, graças aos avanços da tecnologia, o vidro se tornou um material extremamente eficaz na proteção contra incêndios. Antes, o modelo padrão poderia facilmente se estilhaçar com a pressão exercida pela quentura. No entanto, as portas corta-fogo desenvolvidas na atualidade são ainda mais resistentes e possuem um certificado especializado na área.

Metal

Sendo considerados como uma alternativa mais econômica do que as portas corta-fogo de madeira, os modelos de metal são os mais utilizados no Brasil e possuem um reconhecimento enorme por todo o país. Isso porque este equipamento pode fornecer cerca de três horas inteiras de proteção contra o incêndio e suas consequências, contendo as chamas e a fumaça até que todos possam sair em segurança e ficarem a salvo. De todos os modelos citados anteriormente, ele é que possui maior tempo de resistência e, em comparação com o vidro, ainda impede a passagem da alta temperatura, o que é ideal para que ninguém fique exposto a uma condição complicada.

Por que investir neste produto?

As portas corta-fogo são uma parte essencial de qualquer empreendimento, sendo consideradas cruciais em casos de emergência, não apenas por fornecerem uma rota de fuga clara e segura, mas também por reduzirem a propagação de chamas e fumaça -como já mencionado neste artigo. Dessa maneira, além de minimizarem danos duradouros aos cômodos do local em que estão instaladas, essas portas ainda cumprem com rigorosos regulamentos de saúde e proteção, se tornando indispensáveis para salvar vidas. Atualmente, existem inúmeros registros, inclusive, de incêndios cujas vítimas conseguiram escapar sem dificuldades graças à ação destes dispositivos. E é pensando por este viés que você deve se pautar para considerar a instalação de uma porta corta-fogo onde estiver.

Se interessou pela porta corta-fogo e quer saber como adquirir a sua? Conheça os modelos desenvolvidos pela Metalika. Composta por todos os benefícios citados acima, ela é a melhor em resistência do mercado e ainda apresenta design e solução completa para sua obra graças a pertencer a um grupo multinacional que contém empresas com produtos complementares de qualquer solução em abertura de portas.

Entre em contato para saber mais e descubra como intensificar a sua proteção com este equipamento indispensável.

Conheça as dúvidas mais frequentes

1. O que é Porta Corta-Fogo P-90?

A Porta Corta-Fogo P-90 é um equipamento utilizado para transmitir o calor na face externa ao fogo de até 180°C + temperatura ambiente ou 140ºC + temperatura ambiente na parte central da porta por um período de três horas, impedindo que o incêndio alcance o local.

2. Qual o material da porta corta-fogo?

O material utilizado especificamente nas portas da Metalika é o aço ou aço inox na parte externa e manta cerâmica no ambiente interno.

3. Quando devo usar Porta Corta-Fogo?

A Porta Corta-Fogo deve ser utilizada em saídas de emergência; em locais que possuem um fluxo considerável de pessoas, como interligações de espaços industriais e comércios; e em recintos que realizem a transformação ou mediação de energia elétrica.